01A imunidade coletiva – também chamada de imunidade de rebanho – contra o novo coronavírus pode exigir taxas de vacinação próximas a 90%, disse Anthony Fauci, imunologista-chefe dos Estados Unidos, em uma entrevista publicada na quinta-feira (23).

Fauci é responsável por assessorar a resposta norte-americana à pandemia do novo coronavírus e reconheceu um aumento nas estimativas para a cobertura vacinal ao jornal “The New York Times”. No começo da pandemia, ele defendia que apenas 60% a 70% da população precisaria ser vacinada.

“Nós realmente não sabemos qual é o número real. Acredito que a faixa real está em algum lugar entre 70% a 90%. Mas, não vou dizer 90%”, afirmou Fauci.

Ele disse também que uma cobertura vacinal de mais de 90% só é necessária em doenças altamente contagiosas, como o sarampo. O imunologista garantiu que, segundo os estudos mais atuais, a Covid-19 não tem a mesma taxa de transmissão do vírus do sarampo.

“Eu aposto a minha vida  que a Covid não é tão contagiosa quanto o sarampo”, afirmou. Especialistas ouvidos pelo jornal norte-americano concordaram com o especialista, mas ressaltaram que qualquer presunção sobre o coronavírus Sars-Cov-2, neste momento, não passa de “achismo”.

Covid nos EUA

Os EUA marcam novos recordes diários ao enfrentar o surto mais mortal do mundo: o país registrou mais de 3 mil mortes pelo segundo dia consecutivo na quarta-feira.

Ao mesmo tempo, mais de 1 milhão de norte-americanos receberam a primeira dose de vacina desde 14 de dezembro, de acordo com o Centro de Controle de Doenças dos EUA – mas isso é apenas 0,3% da população.

O país teme um maior descontrole da epidemia, uma vez que as festas de fim de ano lotaram aeroportos do país e mais de 1 milhão de passageiros passam, por dia, nos aeroportos, segundo a Administração de Transporte.