Três pessoas morreram em um dos incêndios florestais que atingem o norte da Califórnia, nos Estados Unidos, informaram autoridades locais nesta quarta-feira (9). Além disso, por causa do fogo, milhares de moradores da região tiveram de deixar suas casas.

Perto da cidade de Paradise, uma das mais ameaçadas pelo incêndio, centenas de pessoas tentavam deixar o local de carro, o que causou grande engarrafamento. Segundo funcionários da Patrulha Rodoviária, o corpo de uma das vítimas foi encontrado dentro de um carro.

Na mesma Paradise, há dois anos, 85 pessoas morreram por causa de um incêndio florestal grave que atingiu a região.

O fogo se alastra rapidamente por causa dos ventos fortes, comuns na região nesta época do ano. Além da Califórnia, outras partes do oeste dos Estados Unidos registram incêndios.

Moradores dos estados de Oregon e Idaho também receberam alertas de incêndio e precisaram deixar suas casas. O estado de Washington perdeu uma área florestal maior do que se costuma registrar durante todo o ano.

Considerando todos os incêndios que atingiram a Califórnia desde meados de agosto, oito pessoas morreram e 3,6 mil casas foram destruídas por causa das chamas.

Céu laranja

Incêndios deixam céu escuro e laranja em São Francisco, na Califórnia

Incêndios deixam céu escuro e laranja em São Francisco, na Califórnia

Uma enorme nuvem de fumaça cobriu grande parte da Califórnia na quarta-feira, escurecendo o sol e deixando o céu com uma tonalidade laranja na região de San Francisco.

Mais de 14 mil bombeiros estão lutando contra os incêndios no estado. Duas das três maiores queimadas da história do estado seguem ativas na área da baía de San Francisco, embora estejam amplamente contidas após queimarem por três semanas.

O estado registrou um recorde de 930.800 hectares queimados este ano e a pior fase da temporada de incêndios florestais está apenas começando.

“É extraordinário o desafio que enfrentamos até agora nesta temporada”, disse o governador Gavin Newsom.