O início das obras do tão sonhado e aguardado Hospital Geral de Araguaína, o HGA, já tem data marcada: dia 5 de fevereiro, e com a presença do governador Mauro Carlesse (DEM).

O secretário-chefe da Governadoria, Divino Allan, afirmou que a construção do novo hospital foi um compromisso firmado pelo governador e está entre as prioridades da atual gestão. “O governador não abre mão [dessa obra]. Será um grande e moderno hospital de referência para toda a região norte do Estado”, disse.

No fim do ano passado, Carlesse determinou às secretarias da Saúde (SES) e da Infraestrutura (Seinf) que adotassem todas as providências necessárias para o início imediato das obras e autorizou o investimento inicial de R$ 30 milhões em recursos próprios. Nesses dois anos de gestão, o governador empreendeu esforços para reduzir gastos e reenquadrar o Estado na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), para que o Tocantins recuperasse a capacidade de investimento em grandes obras estruturantes.

“O Tocantins vive um novo momento. A nossa gestão resgatou a credibilidade do Estado. Pagamos em dia, estamos dentro da LRF e, por isso, temos condições de buscar os recursos para as obras que o Estado precisa. O importante é esse hospital sair do papel”, garantiu Carlesse.

O Hospital Geral será construído no residencial Jardim dos Ipês. Dezenas de empregos serão gerados diretamente com o início das obras.

HGA

A pedra fundamental do HGA foi lançada ainda em janeiro de 2011, ou seja, há uma década, pelo então governador Siqueira Campos. De lá pra cá, a construtora contratada pelo Estado fez apenas a terraplanagem do local e abandonou as obras por falta de pagamento. O ex-governador Marcelo Miranda chegou a anunciar a retomada da construção, o que não ocorreu.

Quando pronto, o HGA contará com 400 leitos, mais 60 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), 12 salas cirúrgicas, além de Pronto-Socorro para atendimento diário de mais de 150 pessoas, setores de oncologia, de diálise, laboratórios e toda a área administrativa.

A obra do Hospital Geral de Araguaína foi orçada inicialmente com o valor total de R$ 160 milhões.

Por Arnaldo Filho – Portal AF Notícias