Na próxima terça-feira (dia 25), começará o pagamento da antecipação do 13º salário de 31 milhões de aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em todo o país. Os primeiros a receber a metade do abono serão aqueles que ganham até um salário mínimo (R$ 1.100) e têm cartões de benefício terminados em 1. O valor será depositado junto com o vencimento mensal.

Em relação apenas à primeira parcela do 13º salário, o INSS vai desembolsar R$ 25,3 bilhões no total. Somando os gastos do abono com os proventos mensais (referentes à folha de maio), o valor injetado na economia nacional será de R$ 76,3 bilhões.

Segundo o INSS, no Estado do Rio, serão contemplados mais de 2,6 milhões de beneficiários, com um montante de R$ 2,5 bilhões (valor referente apenas à primeira parte do 13º salário). Considerando também os vencimentos mensais (folha de maio), o total chegará a R$ 7,4 bilhões.

Datas de pagamento

Segundo o INSS, para os que ganham o piso nacional, o pagamento da primeira parcela será feito de 25 de maio a 8 de junho (para um grupo por dia). A segunda parte será liberada de 24 de junho a 7 de julho.

Os que recebem acima do salário mínimo terão a primeira parcela depositada de 1º a 8 de junho (dois grupos por dia, de acordo com os finais dos benefícios), sem desconto algum. A segunda será creditada de 1º a 7 de julho, com os abatimentos previstos em lei, incluindo o de Imposto de Renda, quando for o caso.

Quem tem direito

Têm direito ao abono aqueles que recebem aposentadoria, pensão por morte, auxílio-doença, auxílio-acidente ou auxílio-reclusão. Na hipótese de cessação programada do benefício ao longo do ano, será pago o valor proporcional do 13º.

Aqueles que têm benefícios assistenciais — Benefício de Prestação Continuada da Lei Orgânica da Assistência Social (BPC/Loas) e Renda Mensal Vitalícia (RMV) — não fazem jus ao abono.

Calendário da primeira parcela

Quem recebe até um salário mínimo

Final de benefício 1 – 25 de maio

Final de benefício 2 – 26 de maio

Final de benefício 3 – 27 de maio

Final de benefício 4 – 28 de maio

Final de benefício 5 – 31 de maio

Final de benefício 6 – 1º de junho

Final de benefício 7 – 2 de junho

Final de benefício 8 – 4 de junho

Final de benefício 9 – 7 de junho

Final de benefício 0 – 8 de junho

Quem ganha acima de R$ 1.100

Finais de benefício 1 e 6 – 1º de junho

Finais de benefício 2 e 7 – 2 de junho

Finais de benefício 3 e 8 – 4 de junho

Finais de benefício 4 e 9 – 7 de junho

Finais de benefício 5 e 0 – 8 de junho

Calendário da segunda parcela

Quem recebe até um salário mínimo

Final de benefício 1 – 24 de junho

Final de benefício 2 – 25 de junho

Final de benefício 3 – 28 de junho

Final de benefício 4 – 29 de junho

Final de benefício 5 – 30 de junho

Final de benefício 6 – 1º de julho

Final de benefício 7 – 2 de julho

Final de benefício 8 – 5 de julho

Final de benefício 9 – 6 de julho

Final de benefício 0 – 7 de julho

Quem ganha acima de R$ 1.100

Finais de benefício 1 e 6 – 1º de julho

Finais de benefício 2 e 7 – 2 de julho

Finais de benefício 3 e 8 – 5 de julho

Finais de benefício 4 e 9 – 6 de julho

Finais de benefício 5 e 0 – 7 de julho