O número de pacientes com Covid-19 em hospitais franceses atingiu um pico de quase nove semanas no domingo, quando o país fechou suas fronteiras para quase todos os países fora da União Europeia.

Há 27.613 pacientes com Covid-19 sendo tratados em hospitais na França, maior nível desde 1º de dezembro e um aumento de 331 sobre o dia anterior.

O presidente Emmanuel Macron na sexta-feira (29) não impôs um terceiro lockdown nacional e, em vez disso, apertou os controles de fronteira, fechou grandes shoppings e intensificou o policiamento do toque de recolher noturno.

O ministro da Saúde, Olivier Veran, disse ao Journal du Dimanche que a França ainda poderia evitar uma terceira onda sem outro confinamento total. Mas ele disse que as variantes detectadas pela primeira vez na Grã-Bretanha e na África do Sul são perigosas e que o governo rapidamente imporia outro lockdown se as infecções aumentassem.

As autoridades de saúde relataram 19.235 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas. O número de pacientes infectados com o coronavírus na terapia intensiva aumentou em 45 para 3.158.