A jovem tocantinense Mayra Chaves Borges, visitadora do Programa Criança Feliz (PCF) no município de Muricilândia, foi premiada pela Fundação Maria Cecília Souto Vidigal e Bernard Van Leer Foundation por boas e adequadas práticas de visitação em tempos de pandemia.

O Tocantins vem se tornando modelo nacional na execução do Programa Criança Feliz (PCF) em decorrência do alcance de bons resultados nos municípios com adesão ativa. A finalidade é a visitação familiar, proporcionando uma relação mais próxima dos serviços prestados com a família acompanhada.

Mayra Chaves Borges é uma recente visitadora do Programa Criança Feliz no norte do Estado do Tocantins. A ativista dos direitos humanos e servidora da Secretaria Municipal de Assistência Social vem usando da sua criatividade e competência para manter a qualidade das visitas, agora remotas, se atentou aos novos métodos para seguir com eficiência seus “planos de visitas” minunciosamente planejados de acordo com a urgência de cada beneficiário em suas respectivas faixas etárias.

“Esse reconhecimento é a conclusão de que está sendo realizado um trabalho proveitoso e eficaz com as gestantes e crianças que acompanho em nosso município. A premiação me orienta a continuar firme e sempre buscar por novos e acessíveis recursos para o andamento do programa (PCF), a certeza que tenho é que estou no caminho certo”, disse Mayra.

Sua produtividade é reconhecida pela comunidade como pontua uma das mães das crianças que acompanha: “A Mayra é impecável, planeja com cuidado e dentro da realidade aqui de casa as atividades pra nossa pequena fazer com nossa supervisão, e tem ajudado muito no crescimento, desenvolvimento da minha filha, e a gente ainda se diverte enquanto realiza as atividades, com esse vírus ela não pode vir fazer a visita, mas está sempre perguntamos se já fizemos, se tem dúvida, como foi. E quando enviamos pra ela os vídeos, as fotos de nós fazendo a atividade, falando dos resultados ela parabeniza, se alegra com a gente. Isso é muito bom, ela realmente acompanha o crescimento, o progresso das crianças e a gente fica muito contente!”.

No Tocantins cinco visitadoras foram honradas com premiação nacional de reconhecimento por melhores iniciativas de visitação durante a pandemia

Programa Criança Feliz X Pandemia

Com a pandemia da covid-19, novas estratégias e adaptações tiveram de ser feitas pelos visitadores para a permanência do programa, com o isolamento social e a necessidade do distanciamento e outros cuidados relacionados a contenção da transmissão do vírus, as visitas a domicílio e o contato presencial com os beneficiários foram suspensas, o que obrigou o profissionais que não interromperam suas atividades a repensar seus métodos de trabalho visando a segurança e o bem estar pessoal e coletivo.

O programa que é uma ação federal em parceria com os governos estaduais e está em vigência desde 2016 no Tocantins, é responsável pela promoção e manutenção de redes de proteção e acolhimento da primeira infância buscando sempre envolver iniciativas voltadas à cultura, educação, saúde, assistência social e direitos humanos dentro dos contextos familiares e comunitários, sendo assim um importante agente de seguridade social atuando pelo desenvolvimento saudável de crianças e com seu funcionamento indispensável durante a pandemia do Coronavírus.

Premio

O Prêmio Parentalidade destaca, em todo o Brasil, as 100 melhores iniciativas nas práticas de visitação à população em seus municípios, durante a pandemia. Do Estado do Tocantins, foram selecionadas as visitadoras de Monte do Carmo, Rosicleia Pereira de Oliveira e Marilene Carvalho da Rocha; a educadora social de Rio Sono, Luzinete Sousa; a visitadora de Barra do Ouro, Valdelice da Silva Lopes; e a visitadora Mayra Chaves Borges, de Muricilândia.

As visitadoras foram avaliadas quanto ao aprimoramento das práticas para os pais e os cuidadores, o fortalecimento de vínculos e engajamento com as famílias visitadas, a abordagem prática e a adaptabilidade realizadas no período da pandemia; e observadas quais as estratégias e as soluções praticadas para a aproximação e apoio às famílias.

A coordenadora Estadual do PCF no Tocantins, Katilvania Guedes, disse que “o objetivo da premiação é identificar e destacar os profissionais e as boas práticas de desenvolvimento infantil e estímulo às crianças, bem como o fortalecimento das famílias na primeira infância nos programas de visitação domiciliar adaptados durante o período de pandemia de Covid-19.”As informações são do Portal AF Notícias.