Logo após conceder a primeira entrevista coletiva como novo ministro da saúde,  o oncologista Nelson Teich se dirigiu ao quarto andar do Palácio do Planalto para participar de uma reunião com o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, e líderes partidários. O presidente Jair Bolsonaro também participou do encontro.

O Palácio do Planalto tenta se aproximar dos partidos do “Centrão”. O objetivo é tentar diminuir o poder do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e ter influência na disputa pela sucessão da presidência da Casa. A eleição será em 2021.

Além dos presidentes das comissões de Seguridade Social e Família, Antonio Brito (PSD-BA), e de Acompanhamento das Ações de Combate ao Coronavírus, Luiz Antonio Teixeira Junior (PP-RJ), participaram do encontro o líder do governo, deputado Major Vitor Hugo (PSL-GO), e três líderes do “Centrão”: Arthur Lira (Progressistas), Wellington Roberto (PL) e Jhonatan de Jesus (Republicanos).