A empresária Luiza Helena Trajano é a única brasileira a figurar a famosa lista de 100 pessoas mais influentes do mundo em 2021. Trajano, aos 69 anos de idade, aparece na categoria de “Titãs”, ao lado do CEO da Apple Tim Cook, da atleta Simone Biles e da roteirista Shonda Rhimes.

No perfil publicado pela revista norte-americana, e escrito pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Trajano é definida como uma pessoa que “assumiu o desafio de construir uma gigante comercial [o Magazine Luiza] ao mesmo tempo em que tenta construir um Brasil melhor”.

Segundo Lula, “quando a Covid-19 chegou ao Brasil, matando mais de 580 mil brasileiros e causando uma recessão, o Magazine Luiza ajudou as pequenas empresas a se adaptarem ao comércio digital, fornecendo uma plataforma para vender e entregar seus produtos”.

“No mundo dos negócios ainda dominado por homens, a brasileira Luiza Trajano conseguiu transformar o Magazine Luiza, que começou como uma loja única em 1957, em um gigante do varejo com dezenas de bilhões de dólares. É uma grande conquista — uma entre muitas”, escreveu o ex-presidente. Trajano é cotada para ser candidata a vice-presidente do petista nas eleições de 2022.

Estimativas da revista Forbes apontam que Trajano tem uma fortuna de US$ 5,6 bilhões. E não é de se estranhar: o Magazine Luiza (e Trajano) tem um apetite forte por aquisições. Em 2020, foram compradas 11 empresas e, somente em abril deste ano, em três dias, o Magalu fez a aquisição de outras duas companhias.

Os líderes

Listado em 2019 e em 2020, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) não foi lembrado neste ano. A líder de destaque na nova edição é Ngozi Okonjo-Iweala, política nigeriana que se tornou neste ano a primeira mulher a ser diretora-geral da Organização Mundial do Comércio (OMS). O texto sobre Okonjo-Iweala é assinado a quatro mãos, pelo Príncipe Harry e pela esposa, Meghan Markle.

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, foi destacado pelo seu grande ex-adversário no Partido Democrata, o senador Bernie Sanders. A vice-presidente Kamala Harris é apresentada pela presidente da Câmara dos Representantes dos EUA, a também democrata Nancy Pelosi.

Entre os estreantes, estão Naftali Bennett, que assumiu como primeiro-ministro de Israel encerrando o longo governo de governo de Benjamin Netanyahu; Ron Klein, chefe de gabinete de Joe Biden apresentado pela ex-secretária de Estado Hillary Clinton; e Abdul Ghani Baradar, um dos líderes do Talibã, grupo que retomou o controle do Afeganistão após duas décadas de ocupação americana.