O maestro Dante Henrique Mantovani é de novo presidente da Fundação Nacional de Artes (Funarte). Ele foi reconduzido ao cargo conforme mostra publicação no Diário Oficial da União da segunda-feira (4).

Mantovani havia sido exonerado há dois meses, no mesmo dia em que Regina Duarte foi nomeada para comandar a Cultura do governo Jair Bolsonaro. Na ocasião, Mantovani disse que o “rock ativa a droga, que ativa o sexo, que ativa a indústria do aborto; e a indústria do aborto, por sua vez, alimenta uma coisa muito mais pesada, que é o satanismo”.