O ex-prefeito de Paraíso do Tocantins, Moisés Avelino (MDB), concluiu sua gestão afirmando que deixou R$ 7,5 milhões em caixa. O político, que encerrou seu segundo mandato consecutivo, divulgou um demonstrativo do saldo positivo, dos recursos já garantidos para obras em andamento, além de projetos que deverão ser executados pelo agora prefeito Celso Morais (MDB).

Dentre os convênios para projetos em andamento, foram listadas a construção o Centro de Artes Marciais no setor Pouso Alegre (R$ 250 mil, em execução); a construção de uma academia ao ar livre (R$ 250 mil, em execução); a construção de uma praça no setor Vila Regina (R$ 578,8 mil, em fase de aprovação); a recuperação de estradas vicinais (cerca de R$ 1,435 milhão, em fase e aprovação); uma obra de pavimentação asfáltica (R$ 38 milhões, em fase de formalização de convênio); a execução da pavimentação da estrada até o aterro sanitário (R$ 4,4 milhões, obra paralisada); e a obra de reforma e ampliação do Centro de Vivência na Serra do Estrondo (R$ 274,9 mil, em fase de aprovação).

Propostas lançadas nos últimos dias

Também constam na relação de Moisés Avelino, sete propostas já lançadas. São elas: a construção de um campo de futebol (R$ 298 mil, emenda do deputado estadual Nilton Franco); a construção de um centro poliesportivo no setor Jardim Paulista (R$ 1,130 milhão, emenda do deputado federal Osires Damaso); a Construção de uma escola de tempo integral (R$ 4 milhões); a construção do Centro de Convenções (R$ 3,828 milhões); uma obra de pavimentação asfáltica em CBUQ (R$ 10 milhões); a reestruturação da infraestrutura turística da Serra do Estrondo (R$ 28,732 milhões) e a construção do mirante da Serra do Estrondo (R$ 6,710 milhões).

Canalização e urbanização do Córrego Pernada

Avelino também deixa em processo de negociação a finalização da canalização do Córrego Pernada, que aguarda a etapa final para ser entregue à população.