Uma mulher foi morta a tiros em Abreulândia, na região central do estado, após aceitar se encontrar com o ex-marido para discutir a divisão dos bens. O homem é o principal suspeito do crime e foi preso em flagrante pela Polícia Militar. O crime teria acontecido porque ele não estava aceitando o fim do relacionamento. A vítima é Maria Madalena Pinheiro Alves, de 53 anos.

A informação é de que o casal viveu junto por muitos anos e se separou há alguns meses. A Polícia Militar informou que a vítima tinha se mudado para a casa da mãe e até conseguiu uma medida protetiva contra o ex-marido. Só que ela teria aceitado um pedido do homem para voltar a casa onde eles viveram juntos para conversarem.

Quando chegou ao local a mulher acabou sendo agredida e baleada com pelo menos três tiros. Ela foi socorrida e levada para o hospital de Divinópolis do Tocantins, mas não resistiu aos ferimentos. A vítima deixa uma filha adolescente.

O suspeito foi localizado pela Polícia Militar e preso em flagrante. A arma que possivelmente foi usada no crime também foi apreendida pelos militares. O homem foi levado para a Delegacia de Paraíso do Tocantins.

As informações são do  G1 Tocantins.