Quadrilhas juninas do Tocantins e os hemocentros iniciaram a campanha ‘Movimento Junino pela Vida’, com o objetivo de fomentar a doação de sangue. A cada sábado de junho um grupo de dança irá encaminhar cinco integrantes para doar. A ação do ‘Junho Vermelho’ ocorre na mesma época em que as festas juninas seriam realizadas se não fossem suspensas por causa da pandemia da Covid-19.

A campanha começou no sábado (5), no hemocentro de Palmas, após parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde (SES) e Federação das Quadrilhas Juninas do Estado do Tocantins (Fequajuto).

Além de aumentar o estoque, a ação chama atenção para que a comunidade continue doando. Com a pandemia, a quantidade de bolsas de sangue recebidas caíram em todos os hemocentros do Tocantins.

A SES afirma que há protocolos de segurança nas nas unidades para evitar aglomerações e a transmissão da Covid-19. Antes de doar, todos os voluntários precisam fazer um agendamento. Veja abaixo os contatos.

O vice-presidente da Fequajuto, Claudio Maranhão, disse que além dos integrantes, os familiares dos quadrilheiros também são convidados a doar.

“Queremos mostrar que o movimento junino não é só dançar Quadrilha. Tem um trabalho social por trás, que é muito grande, não só esse da doação de sangue, mas também com jovens carentes e em situação de risco, oportunizando experiências novas e inserção no meio cultural. A ideia não é parar por aqui, mas que essas pessoas se tornem doadores permanentes”, disse.

Agendamento para doação

Todas as unidades de coletas de sangue da Hemorrede Tocantins estão funcionando regularmente, de segunda à sexta-feira, das 7h às 18h30. Aos sábados os locais abrem das 7h às 12h30, exceto a unidade anexa ao Hospital Geral de Palmas (HGP).

A doação de sangue pode ser agendada nas regiões norte, sul e central do Tocantins através dos seguintes telefones:

Palmas – (63) 3218-3232 e 0800-6428822

Gurupi – (63) 3312-2237

Araguaína – (63) 3411-2915

Porto Nacional – (63) 3363-5161

Augustinópolis – (63) 3456-1153

Por  G1 Tocantins.