Nove pessoas já morreram afogadas pelos rios do Tocantins nesta temporada de férias. O Corpo de Bombeiros disse nessa terça-feira, 25, que foram confirmados óbitos de sete adultos do sexo masculino e duas crianças do sexo feminino. “As prováveis causas desses afogamentos estão relacionadas ao uso de bebida alcoólica, falta do uso de colete salva vidas durante a utilização de embarcação, falha na supervisão da criança e superestima da capacidade física na água”, explicou o coordenador do Sistema Integrado de Operações (Siop), major Maxuell Souza.

Na manhã dessa terça-feira, 25, uma equipe da corporação de Araguaína localizou o corpo de William Alves Agra, 24 anos, a 200 metros do Porto de Garimpinho, região norte do Tocantins. O jovem havia desaparecido no domingo, 23, ao tomar banho no rio Araguaia com outros dois amigos, quando a correnteza puxou todos para o canal.

De acordo com testemunhas, pessoas que estavam no local no momento conseguiram resgatar os outros dois jovens. Os bombeiros iniciaram as buscas às 21 horas, domingo com mergulho noturno. Na segunda-feira, 24, os militares realizaram mergulho até as 12 horas e prosseguiram até o fim da tarde com buscas por superfície. Uma aeronave particular também ajudou nas buscas, porém sem êxito.

Por volta das 6 horas desta terça-feira o corpo foi encontrado no porto de desembarque de embarcações. Os bombeiros acionaram a perícia e o Instituto Médico Legal (IML), e por volta das 9 horas o corpo seguiu para Araguaína.

Fim de semana
Nesse final de semana os bombeiros atenderam 15 praias e um rally das águas. A estimativa é que aproximadamente 63 mil pessoas passaram por essas praias. Os militares realizaram ainda mais de 9 mil orientações aos banhistas e 11 atendimentos pré- hospitalares. (Com informações da ascom do Corpo de Bombeiros)