A ação flagrou uma propriedade agrícola usando fogo para dar fim a uma grande quantidade de mato e árvores por meio de um processo chamado leira

 

 

Na última sexta-feira, 28, em voo de monitoramento das ações integradas dos órgãos ambientais no Tocantins, foi identificado uso de fogo para limpeza de uma área, na região sul de Palmas.

 

A ação flagrou uma propriedade agrícola usando fogo para dar fim a uma grande quantidade de mato e árvores por meio de um processo chamado leira. A atividade reuniu bombeiros militares, guardas da GMP e brigadistas do Naturatins, além do helicóptero do IBAMA.

 

As equipes identificaram a propriedade durante o sobrevoo, e no local foi encontrada uma pessoa trabalhando, mas ela não possuía documentos, o que impossibilitou a qualificação das autoridades. O proprietário das terras não se encontrava no local. As coordenadas foram repassadas ao monitoramento dos órgãos ambientais para identificação do fazendeiro e verificação se há alguma licença para aquela conduta. Casa não haja, poderá haver autuação.

 

O uso de fogo no Tocantins está proibido por decreto estadual.

 

Leiras

 

As leiras são feitas com o uso de trator esteira, no qual o produtor amontoa em linha tudo que está na roça, deixando os espaços limpos para o plantio. E em seguida, colocam fogo para eliminar o que resta.

 

Mais combates

 

No sábado, outros focos foram combatidos. Próximo a Palmas, na altura do km 26, sentido de Aparecida do Rio Negro, o trabalho voltou a reunir as forças integradas.

 

O fogo ameaçava uma área de pasto e além do combate por terra o helicóptero fez lançamentos de água utilizado o helibalde. Viaturas do Naturatins e do CBMTO também estiveram no local.

As informações são da assessoria de comunicação.