No último domingo (20) marcou 100 dias sem chuvas em Palmas, a última foi registrada no dia 13 de maior. Segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), a estiagem deve seguir pelas próximas semanas.

Os palmense segundo Luiz Cabral, meteorologista da Unitins, devem esperar o início do período chuvoso somente em outubro. “Já tivemos início das chuvas no final de setembro, na primeira quinzena de setembro, outubro e até novembro. O início do período chuvoso varia ano a ano, mas na média climatológica, as chuvas devem começar em torno da primeira quinzena do mês de outubro”, explicou.

A maior temperatura registrada em Palmas em 2017 foi na sexta-feira (11), quando os termômetros marcaram 40,3°. Mas essa marca ainda pode ser batida, pois a previsão para os próximos dias é de muito calor. Nesta segunda-feira (21), segundo Inmet, a temperatura máxima pode chegar aos 41°.

“Estamos em um período considerado crítico. Chega o final de agosto, início de setembro e as temperaturas de elevam, as máximas aumentam e as mínimas também. É o período mais quente do ano no Tocantins. A sensação térmica vai aumentar e piorar”, explica o especialista em recursos hídricos e meio ambiente Jair da Costa.

Cuidados

A orientação para a população é de evitar atividades ao ar livre nos horários mais quentes do dia, entre 11h e 15h. Assim como beber muita água para se manter hidratado e usar protetor solar.