A estimativa da Prefeitura de Palmas é de que 34% dos profissionais de saúde do município sejam vacinados com a primeira remessa da vacina contra Covid-19 que será recebida a partir desta terça-feira (19). Ainda não foi divulgada a quantidade de doses que serão destinadas para a capital. A previsão do município é de que 14 mil pessoas, em quatro grupos, sejam imunizadas ao longo de toda a primeira fase de vacinação na cidade.

Na última sexta-feira (15), quando divulgou o plano municipal de vacinação, o município informou que planeja imunizar, na primeira fase da campanha: profissionais de saúde, idosos acima de 75 anos, indígenas e pessoas acima de 60 anos que vivem em asilos.

Nesta segunda-feira (18) o plano foi atualizado e a informação é de que com a primeira remessa da CoronaVac devem ser imunizados somente os profissionais que estão na linha de frente da Covid-19 e idosos a partir de 60 anos que vivem em asilos. (Veja o plano de vacinação)

Entre os profissionais da saúde que devem receber a vacina nos próximos dias estão os que trabalham nas UPAS Norte e Sul, Samu e ala Covid dos Centros de Saúde. Além da equipe que fará aplicação das doses e trabalhadores de asilos. O número de pessoas vai depender da quantidade de doses recebidas

Ainda segundo o município, todos os trabalhadores da Saúde serão contemplados com a vacinação, entretanto, a ampliação da cobertura do público será gradativa conforme disponibilidade das vacinas.

O grupo de formado pelos idosos que vivem em asilos, corresponde a 150 pessoas, conforme o município. Os demais grupos que são prioridade na primeira fase, indígenas e idosos com mais de 75 anos, serão vacinados conforme novas doses sejam repassadas pelo Ministério da Saúde.

As informações são do  G1 Tocantins.