O  boletim epidemiológico n° 317 traz a confirmação de 109 novos casos para a Covid-19 em Palmas, após a realização de 389 testes. Destes, 60 são mulheres e 49 homens. Todos os pacientes registrados no documento de hoje estão em isolamento domiciliar.

O informe também noticia o quantitativo de pessoas vacinadas contra a doença até esta sexta-feira, 29. Ao todo, 2.034 pessoas receberam a primeira dose da CoronaVac na Capital. Do total, 1.925 são profissionais de saúde, 76 são idosos em instituições de longa permanência e 33 são cuidadores desses idosos.

Situação atual

 A Capital totaliza 107.349 notificações para síndrome gripal, sendo que, após realização de testes, 45.269 casos foram descartados para a Covid-19 e 24.351 casos confirmados (números acumulados) para a enfermidade. O total de recuperados é de 21.995.

 Até o momento, a cidade registra 238 óbitos ocasionados por complicações decorrentes da doença. A taxa de letalidade é de 0,98%.

Taxa de ocupação

A taxa de ocupação hospitalar total em Palmas é de 48,7%. Os leitos clínicos públicos e privados estão 37,2% ocupados. Já a ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) público e privados na Capital é de 60,7%.

 Quanto aos leitos de estabilização das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), a UPA Norte está com a taxa de ocupação no percentual de 8,8% até o fechamento do informe. Já a ocupação dos leitos da mesma natureza na UPA Sul é de 57,1%.

Atualmente, 116 pacientes confirmados, suspeitos e descartados por laboratório que permanecem com suspeita clínica, estão hospitalizados na Capital. Destes, 60 (51,7%) residem em Palmas e 56 (48,3%) são moradores de outros municípios e/ou outros estados.

Testes

Os Laboratórios de Palmas realizaram 389 testes. O Laboratório Municipal fez 45 exames, apenas dois com resultados positivos para o vírus. Já o Laboratório Central do Estado realizou 300 testes, nos quais 71 destes pacientes testaram positivo para a doença. Os laboratórios particulares e farmácias realizaram 44 exames, 36 confirmados para a Covid-19.