Uma parceria entre o Laboratório Central de Saúde Pública do Estado do Tocantins (LAcen/TO) e a Universidade Federal do Tocantins (UFT) ampliará pelos próximos 30 dias (prorrogáveis), a capacidade de análise de amostras para a Covid-19, no Estado. A universidade cedeu um equipamento de amplificação denominado QIAquant 96 5plex, o qual possibilita a partir de agora a liberação de até dois mil exames diariamente, na unidade de Palmas.

Segundo a diretora do Lacen/TO, Jucimaria Dantas “com a devolução do equipamento da Secretaria de Segurança Pública, este empréstimo viabiliza e vem contribuir na realização dos exames de RT-PCR. Um apoio importante, pois este equipamento é utilizado na etapa de amplificação do gene do vírus, e a disposição de uma segunda máquina proporciona agilidade na realização de um maior número de exames simultaneamente”, declarou.

Para o professor da UFT, Rafael Pimenta, “o compartilhamento de tecnologias, equipamentos e insumos entre as instituições tem como objetivo atender a população tocantinense que precisa neste momento de pandemia, receber os cuidados necessários para tratamento da doença. O equipamento cedido temporariamente pela universidade proporciona um serviço de qualidade com resposta rápida. Já compartilhamos em outro momentos insumos e reagentes e agora o equipamento para ampliar a testagem do Lacen”, destacou.

Destaque

O equipamento que entra em operação na quarta-feira, 13 irá colaborar para a manutenção do Lacen/TO como destaque nacional entre as unidades mais célere na liberação dos resultados. O Tocantins está entre os Estados da Federação que entrega os laudos das amostras para Covid-19 em menos de 24h.