A Polícia Civil apreendeu mais de 40 quilos de drogas que teriam sido encomendadas por um presidiário da Casa de Prisão Provisória de Palmas. A substância estava armazenada em um casa na região sul da capital. No local, três homens foram presos. Dois deles são do estado de São Paulo. A investigação aponta que eles seriam os responsáveis por transportar a substância para o Tocantins.

A apreensão foi registrada neste domingo (6), após um trabalho de investigação feito por agentes da Delegacia Especializada de Repressão a Narcóticos (Denarc), em conjunto com o Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco).

O delegado Ênio Walcacer de Oliveira Filho relatou que, após investigações, as equipes conseguiram identificar um preso da CPP, líder de uma organização criminosa, responsável por encomendar uma grande quantidade de drogas, vindas de São Paulo. Além disso, o detento teria determinado que o gerente da organização armazenasse a substância.

“A par destas informações, em compartilhamento com outras forças policiais de outros estados, a Denarc e o Gaeco conseguiram localizar o ponto de armazenagem na região sul de Palmas. Lá dentro encontramos diversos tabletes de maconha, crack e cocaína, bem como balança de precisão e insumos para embalagem da droga e a distribuição. As investigações apontam que a droga seria desse líder da organização criminosa, hoje preso, que teria designado uma pessoa, para fazer o controle, entrega e armazenagem dessa droga fora do presídio”.

Na casa, os policiais encontraram a droga em caixas e malas de viagem. Foram apreendidos 579 gramas de crack, 337 gramas de cocaína e 42 quilos de maconha, segundo a polícia.

Os três homens que estavam na residência foram presos e levados até a sede da Denarc, onde foram autuados em flagrante por tráfico interestadual de drogas e associação para o tráfico. Após a realização dos procedimentos legais, eles foram levados para a Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP), onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário.

As informações são do  G1 Tocantins.