A Delegacia de Polícia Federal em Niterói cumpriu mandado de busca e apreensão na sede de uma empresa que atua no ramo hospitalar, no Centro de Niterói.

A investigação teve início a partir de denúncia recebida pela ANVISA noticiando a venda irregular de doses de vacina contra a Covid-19, ainda em desenvolvimento.

A empresa investigada não possui qualquer tipo de autorização ou de convênio com as autoridades sanitárias, ou com a empresa desenvolvedora da vacina para atuar no processo de desenvolvimento ou comercialização desta. A suspeita é de que os responsáveis aproveitavam-se do período de pandemia para criar a ilusão de que já possuiriam a vacina sem que isso fosse a realidade, perpetuando assim a fraude.

As condutas apuradas podem se enquadrar nos artigos 273, § 1º-B, ou 171, do Código Penal.