O Governo do Estado do Tocantins, por meio da Secretaria da Administração (Secad) e do Plano de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos do Tocantins (Servir), investem e ampliam os tipos de serviços ofertados pelo plano, que desde setembro de 2020, oferece, a internação domiciliar ou home care.

 “O home care (internação domiciliar) é um serviço destinado a pacientes que necessitam de cuidados técnicos, ou seja, cuidados que precisam e devem ser realizados por profissionais da área da saúde”, explica Cleudismar Pereira, gerente do Núcleo de Atendimento Domiciliar do Servir (Nad).

De acordo com Cleudismar, qualquer beneficiário do plano pode solicitar o serviço de home care. Contudo, para ter acesso à internação domiciliar, o beneficiário deve atender requisitos listados pelo plano, tais como carência e serem aprovados nas avaliações realizadas pela equipe técnica do Servir.

Como funciona o home care

Para abrir um processo de solicitação do serviço de internação domiciliar, o beneficiário ou seu responsável deve enviar um e-mail para o Servir, fazendo o pedido. Em seguida, o solicitante receberá uma lista de documentos que devem ser enviados ao plano.

Após o envio da documentação, são agendadas as visitas de equipe técnica para realizar avaliações quanto a viabilidade da prestação do serviço. Após as visitas o paciente é classificado em níveis de complexidade (alta, média e baixa).

Vale destacar que o serviço de home care não é para situações de emergência, mas sim situações eletivas, ou seja, casos em que o beneficiário tenha condições de ser tratado em casa e ao mesmo tempo necessite de cuidados técnicos de saúde. O processo pode levar até 30 dias para ser concluído.

 “Os atendimentos de enfermagem podem ser de 6, 12 ou 24 horas. Contudo, também existem os atendimentos pontuais como, por exemplo, ministrar medicações intravenosas, realização de curativos complexos e similares”, acrescenta Cleudismar.

Cleudismar pontua que os pacientes admitidos em internação domiciliar têm o direito de usufruir todos os medicamentos e insumos prescritos pelo médico, desde que aprovados pela equipe de avaliação técnica do Servir. Atualmente o Servir atende 61 pacientes em home care.

A beneficiária do Servir, Laila Maria Barbosa Macedo, de Bom Jesus do Tocantins, utiliza o serviço de home care para seu filho especial de 15 anos, Samuel. Ela diz que o atendimento que recebeu do plano e da equipe da empresa que o atendem são de extrema qualidade. “Fiz todo o processo de solicitação e rapidamente consegui o atendimento. Estou muito satisfeita com os cuidados que meu filho está recebendo, pois garante mais qualidade de vida para ele e, consequentemente, para toda a família. O serviço é de excelente qualidade, a equipe é muito atenciosa e capacitada. Servir é maravilhoso e no momento que precisei me atendeu muito bem”, comenta.