Na manhã desta segunda-feira, 13, o delegado da Homicídios de Palmas (DHPP), Israel Andrade Alves, informou que após minuciosa análise no telefone celular de Patrícia Aline Santos, de 29 anos, assassinada na semana passada, a equipe descobriu mais detalhes sobre a vida pessoal, íntima, da jovem.

De acordo com o delegado, nesta manhã as investigações focarão nas buscas a um segundo homem que aparece em um vídeo de uma câmera de segurança, divulgado no final de semana.

No vídeo, gravado pelas câmeras de segurança de uma panificadora que fica ao lado da casa de Patrícia, dois homens chegam na noite anterior ao crime, conversam com a jovem e a convencem a entrar no carro com eles. Um dos homens é o ex-companheiro de Patrícia, Iury Italu Mendanha, de 24 anos, procurado pela polícia.

Buscas frustradas

Uma equipe de policiais realizou buscas na zona rural de Palmas no início da tarde de domingo, 12, após receberem informações de que Iury estaria escondido em uma fazenda, mas sem sucesso. Ontem, ao T1, o delegado declarou que “ele está bem escondido”, mas ainda há esperança de localizá-lo.

Entenda

O corpo de Patrícia foi encontrado em uma mata às margens da Avenida LO-04, que liga as Arnos às Universidades federal e estadual. O principal suspeito é o ex-companheiro da vítima, que não teria aceito o fim da relação. Vários relatos que chegaram à imprensa por meio de testemunhas e conversas de WhatsApp vazadas em redes sociais, apontam que a jovem vinha relatando agressões e ameaça de morte por porte do namorado. ( As informações são do site T1 Notícias).