A polícia da Itália anunciou a prisão de um homem apontado como cúmplice do autor do atentado com um caminhão que atropelou e matou diversas pessoas em Nice, na França, em julho de 2016.

Endri Elezi, de 28 anos, era procurado pelas autoridades europeias à pedido da Justiça francesa.

O homem, de origem albanesa, teria fornecido armas ao autor do crime que foi morto ao volante do veículo pouco depois do atropelamento.

Elezi foi detido pela polícia italiana em Sparanise, perto de Nápoles, no sul da Itália.

Segundo as forças antiterrorismo do país, ele estava acompanhado de uma mulher – apontada como sua companheira – e uma criança, que eles acreditam ser seu enteado.

Relembre o caso

Em 14 de Julho de 2016, durante a comemoração do Dia da Bastilha, um caminhão atropelou diversas pessoas que assistiam à queima de fogos no Passeio dos Ingleses, na orla de Nice.

O motorista avançou com o veículo por cerca de dois quilômetros (veja no vídeo abaixo). 86 pessoas morreram e outras 450 ficaram feridas.

O criminoso não abandonou o caminhão e passou a disparar tiros contra a polícia, que revidou. Ele foi morto dentro do veículo.

O ataque foi reivindicado, na época, pelo grupo extremista Estado Islâmico.