A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 911 kg de drogas derivadas de maconha sendo transportadas em um caminhão pela BR-153. Os tabletes estavam escondidos em uma carga de isopor utilizado na construção civil. A apreensão ocorreu na noite da quarta-feira (26) em Paraíso do Tocantins, na região central do estado, e foi a maior registrada neste ano. Três homens foram presos em flagrante.

O caminhão que transportava as drogas estava sendo acompanhado por um carro de passeio que servia como batedor. O carregamento havia saído de Manaus (AM) e tinha como destino a cidade de São Paulo (SP).

Durante a fiscalização os três homens apresentaram nervosismo e informações contraditórias. Os agentes resolveram fazer uma fiscalização minuciosa e começaram a encontrar os tabletes.

Os suspeitos usaram as placas de isopor para fazer baús e esconder as drogas. Foram encontrados 886 kg de skunk, que é uma variedade da maconha, e 25 kg de haxixe. Durante a abordagem também foram encontrados um revólver, uma cartela de anfetamina e mais R$ 5.984,50 em espécie.

Segundo a PRF, o passageiro do caminhão confessou que era o responsável pela droga e a arma. Também disse que receberia R$ 150 mil para realizar o transporte e para isso tinha contatado o caminhoneiro e o batedor.

O caminhoneiro alegou que não sabia das drogas. O motorista do carro de passeio confessou que sabia dos entorpecentes e receberia R$ 4 mil pelo serviço de batedor.

Todo o material foi apreendido e os suspeitos presos em flagrante por tráfico de drogas. Eles foram levados para a delegacia da Polícia Civil em Paraíso do Tocantins, que ficará responsável pelas investigações.

Por  G1 Tocantins.