A equipe de Fiscalização do Procon Municipal de Palmas realizou entre os dias 12 e 13 de maio o levantamento de alguns itens que compõem a cesta básica. Foram visitados cinco supermercados localizados em várias regiões da Capital. Entre os produtos pesquisados estão os produtos do gênero alimentício e itens de higiene pessoal.

Dos itens pesquisados o que apresentou maior variação de preços de um estabelecimento para o outro foi o sal refinado de 1 kg. O produto teve uma diferença de 121%. O menor preço do produto encontrado foi R$ 0,99 e o maior R$ 2,19. O produto que também apresentou uma grande variação foi o ovo branco que contém 30 unidades na embalagem, com a diferença de um estabelecimento para o outro de 78%. O menor preço encontrado foi de R$ 9,90 e o maior de R$ 16,99.

Entre os itens de higiene pessoal, o papel higiênico com quatro unidades teve uma variação de 58%. Sendo que o menor preço encontrado do produto foi de R$ 2,19 e o maior de R$ 3,45. Já o creme dental de 70g apresentou uma variação de 14%. O menor preço encontrado foi de R$ 1,89 e o maior de R$ 2,15.

No gênero alimentício a maior variação foi do feijão de 1 kg. O produto apresentou uma variação de 33%. O menor preço encontrado foi de R$ 5,99 e o maior de R$ 7,99. Já o arroz de 5 kg apresentou uma variação de 20%. O menor preço encontrado foi de R$ 12,49 e o maior de R$ 14,99. O macarrão espaguete de 500 gramas apresentou uma variação 20%. O menor preço do produto foi de R$ 2,49 e o maior R$ 2,99. Já farinha de trigo de 1 kg apresentou diferença de 37%. O menor preço do produto foi de R$ 3,65 e o maior R$ 4,99.

Segundo a superintendente do Procon Municipal de Palmas, Valéria Morais, a divulgação da pesquisa, tem a finalidade de incentivar a prática do consumo consciente e evitar o desabastecimento e a elevação dos preços dos alimentos. “Neste momento que estamos vivendo não devemos comprar alimentos em grandes quantidades para estocar em casa, pois essa grande procura pelos produtos pode gerar o aumento dos preços”, informou.

Confira a pesquisa completa https://www.palmas.to.gov.br/media/doc/16_5_2020_9_0_1.pdf