“Passei em duas UBS, tudo lotado! Estou com sintomas de Covid”. A bronca é de uma professora de Araguaína que não conseguiu sequer a senha para atendimento nas duas únicas unidades de saúde de referência para pacientes com sintomas gripais ou do novo coronavírus.

A professora, que preferiu não ser identificada, fez uma verdadeira peregrinação pelas unidades na tentativa de realizar um teste de Covid-19, mas voltou para casa com sentimento de revolta e dúvida sobre o diagnóstico da doença. Segundo especialistas, a testagem em massa da população é imprescindível para frear o avanço da pandemia. 

As duas unidades de saúde estão superlotadas em razão do surto de gripe e aumento de casos de covid-19 na cidade.

“Não consegui fazer o teste porque não estão mais distribuindo senha, um absurdo. Um surto desse e a cidade só contar com duas UBS. Não tive condições físicas nem psicológicas para filmar a situação caótica, desastrosa, nessas UBS”, desabafou a professora no relato enviado ao portal AF Notícias.

UNIDADES DE ATENDIMENTO PARA COVID

Em setembro do ano passado, a Prefeitura de Araguaína reduziu o número de unidades de referência para casos de Covid após queda na procura por consultas e exames de casos suspeitos da doença. 

Atualmente, o atendimento de casos leves ou suspeitos de Ccovid-19 está sendo realizado apenas na UBS José de Sousa Rezende, no Setor Alto Bonito, e também na Unidade do Araguaína Sul, das 7 às 19 horas, de segunda a sexta-feira.

Casos graves e consultas aos finais de semana são direcionadas ao Hospital Municipal de Campanha, no Jardim das Flores.

A PREFEITURA

Mesmo com o aumento de casos nos últimos dias, a Prefeitura não está prevendo aumentar o número de unidades para o atendimento da doença.

Em nota, a prefeitura ressaltou a ampliação do número de UBS (unidades básicas de saúde) destinadas ao atendimento exclusivo de pacientes suspeitos de covid-19, contando agora com duas unidades referência: UBS Dr. José Rezende (Alto Bonito) e UBS Araguaína Sul.

“Informa ainda que não há limite de testes realizados diariamente e que o estoque das unidades está abastecido, sendo suficiente para atender a população da cidade. A organização do atendimento nas UBS é feita por senhas”, ressaltou a prefeitura.