O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) lançou o nome do professor João Bazolli como pré-candidato a prefeito de Palmas durante sua plenária municipal realizada no último sábado (12) para discutir as eleições municipais de 2020.

O partido disse que sua plataforma será sustentada pelo discurso “Palmas: retomada da cidadania”.

Segundo o PSOL, o pré-candidato reúne as condições para fazer frente ao pleito municipal, que é considerado uma das disputas relevantes e desafiadoras do Tocantins. O professor tem mais de 20 anos dedicados à educação na capital.

Bazzoli afirmou que o partido seguirá por “novos caminhos para a discussão de um projeto local”, que será construído “de maneira participativa e estará alinhado aos importantes temas transversais, como educação de qualidade, moradia digna, saúde preventiva, humanização da cidade, entre outros.

A nova diretoria disse que o partido vem se preparando internamente e “se encontra numa nova fase”, pronto para construir, juntamente com seu pré-candidato, uma proposta para a cidade que seja inovadora, concreta, viável e socialmente inclusiva.

Também estiveram no evento os pré-candidatos do PCdoB, Germana Pires Coriolano, e do PT,  João Helder Vilela, que sinalizaram para uma possível proposta de construção de uma frente de esquerda em Palmas.