No processo de emagrecimento, é preciso lembrar que a pressa pode ser inimiga da perfeição. Perder peso de forma sustentável e saudável não é um algo que acontece do dia para a noite. Afinal, dificilmente alguém engorda em poucas semanas, não é mesmo?

Acumular quilos, na maioria das vezes, é uma consequência da má alimentação e do sedentarismo. E, para perdê-los, o raciocínio é semelhante, só que ao contrário. Portanto, é importante investir em atividades físicas e boa alimentação com regularidade.

É necessário apostar em dietas mirabolantes, agressivas e/ou milagrosas. Pelo contrário, a ideia é consumir alimentos naturais que, além de contribuir para a perda de peso, vão melhorar a saúde e a qualidade de vida como um todo.

De acordo com a nutricionista Edvânia Soares, algumas trocas simples na dieta já representam o caminho para uma vida mais saudável e aumentam as chances de emagrecimento.

Segundo a nutricionista, preferir o azeite ao óleo, por exemplo, é uma boa opção, pois ele tem gorduras monoinsaturadas que previnem a formação de placas de gordura no tecido arterial, além de ser um poderoso antioxidante. Já o óleo de soja passa por diversos processos até ser industrializado: o processo o torna mais pobre em nutrientes e rico em gordura saturada.