O objetivo da aquisição é aumentar a renda e promover a melhoria da alimentação das famílias

Cerca de 40 famílias de quatro comunidades Indígenas da Ilha do Bananal irão assinar, nesta quarta e quinta-feira, 23 e 24, projetos para aquisição de crédito rural do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

De acordo com o extensionista do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), Valdinez Cabral, o objetivo da aquisição é aumentar a renda e promover a melhoria da alimentação das famílias. “Ao todo, serão liberados R$ 820 mil que serão utilizados na compra de animais, entre matrizes e reprodutores bovinos”, disse o extensionista.

Ainda de acordo com Valdinez Cabral, a previsão é que em outubro a quantia seja liberada pelo agente financeiro. “Todo o financiamento está sendo feito por meio do Banco da Amazônia e cada família receberá cerca de R$ 20 mil, com três anos de carência e sete anos para quitar o crédito”, frisou o extensionista.

As aldeias beneficiadas são, JK, Werreria, Santa Isabel e Fontoura. Além desses 40 projetos, o extensionista lembra que em etapa anterior já haviam sido liberados mais 25 projetos de crédito rural.

Cursos

Conforme Valdinez Cabral, além da viabilização do crédito rural para as aldeias da Ilha do Bananal, o Ruraltins irá promover, no mês de setembro, uma série de cursos voltados para as demandas dos moradores. “Vamos ministrar capacitações sobre a cultura da mandioca, a produção de hortaliças agroecológicas, apicultura e manejo de animais (vaqueiro)”, concluiu.

(Com informações da assessoria de comunicação)