Desde o mês de setembro de 2019, o Tocantins entrou para o seleto grupo de Estados com serviços de cirurgias cardíacas pediátricas congênitas. Nesses quatro meses, 11 crianças passaram com sucesso pelo procedimento, que é realizado em Araguaína, no Hospital Municipal Infantil Dr. Eduardo Medrado.

Para o secretário de Estado da Saúde, Edgar Tollini, a realização dos procedimentos no Tocantins, além de proporcionar uma grande economia para o orçamento Estadual, proporciona um melhor acolhimento aos familiares e às crianças que passam pelas cirurgias. “É um marco histórico que estamos vivendo, é uma média de quase três procedimentos cardíacos pediátricos de alta complexidade, por mês. Esta é uma nova fase do SUS no Tocantins”, ressaltou.

No ano de 2018, a Secretaria da Saúde teve mais de oito milhões em despesas com transferência de pacientes cardíacos pediátricos para outras localidades. A fim de reduzir os gastos e dar mais celeridade ao serviço, além da oferta em Araguaína foi firmado um contrato de credenciamento com a Santa Casa de Misericórdia de Passos, em Minas Gerais, para o recebimento dos bebês e recém-nascidos tocantinenses portadores de cardiopatia congênita e que necessitem da realização de procedimentos cirúrgicos de urgência e emergência.

Atualmente cerca de oito crianças aguardam a realização de cirurgias cardíacas pediátricas no Tocantins, todos eletivos. Sendo que, dois desses procedimentos serão realizados em Araguaína e seis crianças estão aguardando pela Central Nacional de Regulação de Alta Complexidade, neste último caso, vale ressaltar que os procedimentos estão sendo realizados com a média de 25 dias de espera.

O Serviço

Atualmente existem cerca  de 11 centros de tratamentos cardíacos pediátricos no país, sendo que a maioria deles está localizada no Sul e Sudeste. Com a implantação do serviço, o Tocantins se torna referência para a região Norte e Nordeste, dando um grande salto na qualidade dos atendimentos prestados de alta complexidade para crianças. A Secretaria de Estado da Saúde está trabalhando ainda para estruturar o serviço de cirurgias pediátricas cardíacas no Hospital Geral de Palmas (HGP).