A Secretaria de Estado da Saúde informou que o Tocantins alcançou, nesta quarta-feira (25), a marca de 50,59% da população vacinada com ao menos uma dose da vacina contra a Covid-19. O percentual foi alcançado mais de sete meses após o início da campanha de vacinação, ainda em janeiro. A justificativa para a demora tem sido o pouco quantitativo de doses repassadas ao longo da campanha, mas isso tem mudado nas últimas semanas.

Durante o dia, por exemplo, o estado disponibilizou aos municípios mais 100.526 vacinas que foram recebidas no fim da semana passada. Foram disponibilizadas 22.170 doses da CoronaVac para aplicação da D2 e outras 78.356 doses da Pfizer e CoronaVac para a D1.

De acordo com a SES, até o momento, 20,35% da população estava com o ciclo vacinal fechado, tendo recebido as duas vacinas ou a dose única da Janssen.

Atualmente as cinco principais cidades do Tocantins estão vacinando a população com mais de 18 anos. Porto Nacional e Palmas foram as últimas deste grupo a alcançar este público, no último final de semana.

A meta do Ministério da Saúde no Tocantins é vacinar 1.161.000 pessoas acima desta faixa etária, sendo que 804.570 receberam a primeira dose, segundo divulgado pela SES.

“Estamos avançando na vacinação e, consequentemente, reduzindo os índices da pandemia no Estado. Vamos continuar atento a todas as medidas de segurança contra a Covid-19 e, principalmente, vacinando a população. É extremamente necessário que as pessoas compareçam às unidades de saúde para receber o imunizante”, disse o secretário de Estado da Saúde, Edgar Tollini.

 

Dados

A Secretaria afirmou que 1.470.480 doses contra a Covid-19 foram enviadas ao Tocantins, pelo Ministério da Saúde. Deste número, 1.326.402 foram distribuídas e 1.128.280 aplicadas, sendo 804.570 em primeira dose e 323.710 em segunda dose ou dose única.

Os números são diferentes dos que estão disponíveis no Vacinômetro, página que monitora a vacinação contra a Covid no estado. A última atualização, inclusive, foi feita nesta quarta-feira (25) às 17h26.

A Secretaria de Estado da Saúde afirmou que a diferença se dá porque os “dados do Integra ainda estão sendo atualizados”, enquanto os “dados divulgados [nesta quarta-feira (25) ] se referem a dados disponibilizados pelo Ministério da Saúde – Localiza SUS – vacinômetro.”

A página do Vacinômetro ficou fora do ar por alguns dias e nesta terça-feira (24) a SES afirmou que houve um problema técnico que ocasionou a queima de HDs. O estado não informou se o problema já foi resolvido.