Com intuito de garantir mecanismos de atenção à saúde mental dos profissionais de segurança pública, e sabendo que a disponibilização de atendimento psicossocial às forças de segurança é imprescindível para a qualidade dos serviços prestados, o Governo do Estado, por meio da Secretaria da Segurança Pública (SSP-TO), implantou o serviço de atendimento psicossocial remoto aos servidores da pasta. A Portaria nº 203 com todas as informações foi divulgada no Diário Oficial do Estado (DOE) dessa segunda-feira, 27, edição nº 5.588. O atendimento do serviço psicossocial está disponibilizado de segunda a sexta-feira, no período matutino, das 8 às 12 horas, e no período vespertino, das 13 às 18 horas.

Poderão fazer uso do serviço psicossocial remoto, os policiais civis do Tocantins, os servidores administrativos lotados na Secretaria da Segurança Pública e os familiares de primeiro e segundo grau e cônjuges dos servidores com demandas de atenção psicossocial relacionados à pandemia da Covid-19, causada pelo novo Coronavírus.

Os atendimentos psicossociais serão prestados por meio da Diretoria de Políticas de Segurança (DPS/SSP) da Gerência de Valorização do Policial Civil. A prestação do serviço psicossocial remoto ocorre por meio de ferramentas tecnológicas de telefonia e comunicação, utilizando aplicativos de mensagens, ligações telefônicas ou videochamadas.