Incentivar a produção de hortaliças como forma de diversificar as atividades no campo ou na cidade e, com isso, melhorar a renda familiar de trabalhadores e produtores rurais. Este é um dos objetivos do curso de Olericultura Orgânica, realizado pelo Senar. Dessa vez, a turma reuniu dez pessoas no município de Lagoa da Confusão, que aprenderam sobre técnicas de cultivo e implantação de hortas desde o preparo do solo até a colheita.

O agricultor Nelson Rodrigues, o mais experiente da turma, foi um dos participantes que aproveitou o curso para aprofundar os conhecimentos na atividade. “Além do ensinamento, o curso também foi um incentivo pra gente sobre o resgate de hábitos mais saudáveis de alimentação, aqui nós aprendemos que é possível produzir hortaliças com adubo orgânico, sem a necessidade de uso de agrotóxicos”, explicou.

Uma das participantes, Silvana Gomes, ficou entusiasmada com o que aprendeu. Ela quer aproveitar a capacitação para construir uma horta na propriedade dela. Para ela, o negócio será bom tanto para o consumo familiar como para as finanças da família. “Hoje em dia nós observamos uma procura maior por produtos naturais e saudáveis, então vejo nesse curso uma oportunidade de vender para os mercados, que muitas vezes não tem essa opção”, explicou.

Formação Profissional Rural

O curso de Olericultura Orgânica busca auxiliar os pequenos produtores a alavancarem a produção de alimentos, gerando emprego e renda e fortalecendo a agricultura familiar do município e região. Além desse curso, o Senar oferta mais de 50 cursos em diferentes cadeias produtivas do estado. Mais informações podem ser conferidas em: http://www.senar-to.com.br/