O governo do Estado confirmou na tarde desta segunda-feira, 31, que a jornada de trabalho na Administração Pública Direta e Indireta do Poder Executivo volta a ser de 8 horas diárias a partir desta terça-feira, 1º de agosto, conforme estabeleceu o Decreto 5.666 de 22 de junho de 2017.

 

A jornada de seis horas para esse grupo de servidores, que se deu no período de 10 de novembro de 2016 a 31 de julho de 2017, foi determinada pelo governador Marcelo Miranda com o objetivo reduzir custos e gerar economia para a máquina pública, além de aumentar a produtividade e eficiência dos servidores públicos.

 

O governo ressaltou que, conforme levantamento, a redução da jornada gerou economia de água, luz e material de expediente, mas ponderou que, “o equilíbrio das contas públicas vai além dessa redução, exigindo que o atendimento volte a ser de 8 horas diárias para o bom funcionamento da máquina pública”.