Segundo um levantamento mostrou, cerca de 19% dos usuários do transporte público de Palmas cometem fraudes, ao usarem os benefícios concedidos aos estudantes, que pagam meia passagem e o uso do beneficio dos idosos e pessoas com deficiência, que tem passe livre. Com objetivo de evitar esse tipo de golpe o Setrub (Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano) está implantando um sistema biométrico facial.

Agora, câmeras instaladas no validador de passagem dos ônibus vão fazer uma comparação entre o banco de dados e a imagem para ver se o usuário é ou não dono do cartão. Quando o sistema identificar fraude, ou seja, uma pessoa usando o cartão de outra, ele será avisado no próprio ônibus.

De acordo com o superintendente do Seturb Palmas Ronivon Pinto, o sistema foi testado em junho e já está funcionando em todos os ônibus do transporte público de Palmas.

As regras da Seturb determinam que após seis tentativas indevidas o cartão será bloqueado.

(Com informações G1)