Um homem de 24 anos, que é suspeito de vários roubos, foi preso em Xambioá, na região norte do Tocantins. Segundo a Polícia Civil, ele teria assaltado pelo menos 12 pessoas após abordagens nas ruas de Araguaína. Investigação da operação Serial Latros apontam que ele sempre ameaçava as vítimas com arma de fogo durante os crimes.

A prisão foi feita por policiais da Delegacia de Repressão a Roubos (DRR). Eles tinham informações de que o homem morava em Xambioá e viajava até Araguaína, uma distância de mais de 100 km, para praticar os assaltos.

Após identificar o suspeito, os policiais foram até a cidade e deram cumprimento ao mandado de prisão preventiva. O homem estava em casa quando foi capturado.

O delegado Felipe Crivellaro, responsável pelo caso, afirmou que os roubos foram feitos nos últimos meses e que o homem sempre agia da mesma forma.

“Nossas investigações apontaram que o indivíduo investigado cometeu ao menos 12 roubos à mão armada em Araguaína, sempre se utilizando do mesmo expediente, abordando pessoas nas ruas e avenidas e, de posse de uma arma de fogo, ameaçava e subtraia todos os pertences das vítimas”, disse o delegado.

Crivellaro disse que o suspeito era perigoso e deixava as vítimas com medo usando ameaças e violência. “Ele tinha a audácia de sair de uma cidade para cometer roubos aqui, onde agia em diferentes setores e roubava transeuntes, chegando ao cúmulo de roubar dois mototaxistas que estavam trabalhando”, ressaltou o delegado.

Após a prisão ele foi levado para a Central de Atendimento da Polícia Civil em Araguaína e depois foi recolhido à Casa de Prisão Provisória (CPP) de Araguaína, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Por  G1 Tocantins.