Tocantins chegou a 200.243 moradores infectados com o coronavírus em pouco mais de um ano de pandemia. Os primeiros casos começaram a aparecer em março do ano passado. Na terça-feira, foram registrados 616 novos diagnósticos. Conforme o boletim epidemiológico, também foram contabilizadas mais quatro mortes, o que totaliza 3.266 óbitos.

O primeiro caso de infecção foi confirmado no dia 18 de março. A advogada Kellen Pedreira do Vale, de 42 anos, havia chegado de um congresso em Fortaleza (CE), quando testou positivo para a doença.

 

De lá para cá, foram milhares de infectados, alguns não resistiram. Outros, comoveram ao vencer a luta contra a doença. Em outubro do ano passado, após 13 dias de angústia, o farmacêutico Francisco Sousa pôde abraçar novamente o filho José Hugo Sousa, que estava internado em uma UTI de Palmas com coronavírus.

 

A história dos dois comoveu a equipe médica do Hospital Estadual de Combate à Covid-19 porque o pai ia todos os dias ao hospital para se sentir mais perto do filho. O reencontro foi registrado ao vivo e transmitido em rede nacional.

 

Na semana passada, teve até dancinha para celebrar uma alta hospitalar. A equipe de saúde de um hospital particular de Palmas ‘caiu’ no forró para anunciar que o paciente Ronário dos Teclados, de 46 anos, estava curado e depois de tantos desafios, poderia finalmente voltar para casa.

 

O boletim epidemiológico da terça-feira informou quatro óbitos. As vítimas não resistiram tinham entre 46 e 85 anos. Veja:

 

Mulher, de50 anos, moradora de Araguaçu. Comorbidade: obesidade. Morte em 14 de maio, no Hospital Geral de Palmas.

Mulher, de 46 anos, moradora de Formoso do Araguaia. Comorbidades: não relatado. Morte em 12 de março, no Hospital Municipal de Formoso do Araguaia.

Homem, de 85 anos, morador de Formoso do Araguaia. Comorbidades: não relatado. Morte em 27 de junho, no Hospital Regional de Gurupi.

Mulher, de 58 anos, moradora de Aparecida do Rio Negro. Comorbidades: diabetes e hipertensão. Morte em 10 de junho, no Hospital Oswaldo Cruz.

Novos diagnósticos

Palmas contabilizou 90 diagnósticos de Covid-19. A capital segue como a cidade mais afetada pela doença e soma 46.176 casos e 582 mortes desde o início da pandemia.

 

Araguaína teve 97 diagnósticos e soma 34.163 casos, além de 469 mortes desde o início da pandemia.

 

Todos os 139 municípios do Tocantins têm casos confirmados da doença. Veja abaixo as 10 cidades mais afetadas pelo coronavírus. A lista completa pode ser conferida no site sobre coronavírus da Secretaria Estadual de Saúde.

 

Segundo a SES, do total de casos, 183.374 pacientes já se recuperaram e 13.603 pessoas estão com o vírus ativo, com acompanhamento e isolamento. Ao todo, 297 pessoas estão hospitalizadas por causa da doença, sendo que 143 fazem tratamento em leitos de UTI públicos e 55 em unidades de terapia intensiva privadas. Os demais estão em leitos clínicos.

 

Segundo o Integra Saúde, um paciente está aguardando por leito de UTI. Não há fila de espera por leitos clínicos. A última atualização foi feita às às 10h39 desta terça-feira (6). Acompanhe os dados aqui.

 

 

Vacinação contra a Covid-19

Os dados do Vacinômetro, portal do Governo que monitora a imunização no Tocantins, mostram que o estado já recebeu 898.810 doses de vacinas do Ministério da Saúde, sendo que 817.069 foram distribuídas aos municípios e 635.189 foram aplicadas.

 

São 477.103 aplicações referentes à primeira dose, 149.454 da segunda dose da vacina e 8.632 da dose única. Os dados foram atualizados na manhã desta terça-feira.

 

Ocupação de leitos de UTI nos hospitais

Veja a ocupação nos hospitais. A última atualização foi feita às 10h39 desta terça-feira (6).

 

Hospital Estadual de Combate à Covid-19 – 100% de ocupação

Hospital Municipal de Campanha de Araguaína – 90% de ocupação

Hospital Geral de Palmas UTI Covid – 67% de ocupação

Hospital Geral de Gurupi – 86% de ocupação

Hospital Regional de Augustinópolis – 50% de ocupação

Hospital Regional de Porto Nacional – 80% de ocupação

Hospital Regional de Araguaína – 82% de ocupação

Hospital Regional de Gurupi – 86% de ocupação

Veja como está a ocupação dos leitos particulares contratados pelo estado:

 

Hospital Oswaldo Cruz – 100% de ocupação

Hospital Dom Orione em Araguaína – 87% de ocupação

Hospital Santa Thereza – 56% de ocupação

Instituto Sinai Araguaína – 60% de ocupação

Os dados de estatística hospitalar de todas as unidades podem ser conferidos no portal Integra Saúde.

 

Cidades mais afetadas pela pandemia

Palmas – 46.176 casos e 582 mortes

Araguaína – 34.163 casos e 469 mortes

Gurupi – 12.698 casos e 193 mortes

Porto Nacional – 9.210 casos e 186 mortes

Paraíso do Tocantins – 7.667 casos e 168 mortes

Colinas do Tocantins – 7.477 casos e 131 mortes

Guaraí – 3.197 casos e 71 mortes

Formoso do Araguaia – 2.738 casos e 54 mortes

Araguatins – 2.400 casos e 62 mortes

Miranorte – 2.347 casos e 56 mortes

`Por  G1 Tocantins.