O Governo do Tocantins decidiu prorrogar até o dia 29 de maio a suspensão das aulas na rede estadual de educação e a jornada reduzida de 6h diárias para os servidores públicos estaduais. As duas medidas estão em vigor desde março e são parte dos esforços para conter o novo coronavírus. O estado registrou , até a última  segunda-feira (27), 79 casos confirmados da doença.

O decreto com a prorrogação será publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta segunda. No documento, o governo emitiu ainda uma recomendação para que todos os moradores do Tocantins utilizam máscaras em locais públicos. A medida não é obrigatória em todo o estado, mas algumas cidades já tinham decidido que áreas como o comércio e serviços não podem ser acessadas sem estas proteções. É o caso de Araguaína, Dianópolis e Tocantinópolis, por exemplo.

Em todas as cidades do estado, as aulas seguem suspensas tanto na rede pública como na particular. Até o momento, as cidades que mais concentram casos de Covid-19 são Palmas e Araguaína.

O decreto não trouxe alterações na recomendação para que os municípios reabram o comércio. Palmas mantém a decisão de continuar com o setor fechado, mas cidades como Araguaína, Gurupi, Paraíso e Porto Nacional autorizaram a reabertura com restrições.

As informações são do  G1 Tocantins.