O Ministério da Saúde divulgou no sábado (23) o plano de distribuição das 2 milhões doses da vacina contra a covid-19 desenvolvida pela Universidade de Oxford com o laboratório AstraZeneca, recebidas sexta-feira pelo Brasil após cinco dias de atraso em relação à previsão inicial.

As doses importadas do Instituto Serum, na Índia, foram encaminhadas para distribuição nos Estados, como parte do Programa Nacional de Imunizações (PNI/MS).

No início da madrugada de sábado, as vacinas passaram por conferência e avaliação de temperatura em Bio-Manguinhos, sede do Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos da Fiocruz, no Rio, para que fosse verificado se estavam em perfeitas condições após a viagem. Pela manhã, foi iniciado o processo de etiquetagem de 4 mil caixas. Cada caixa contém 50 frascos e 500 doses da vacina.

As doses já estão sendo encaminhadas aos Estados. O Tocantins receberá 11.500 doses. Na primeira etapa, o estado recebeu 40 mil doses da CoronaVac e já distribuiu aos 139 municípios.

Confira o número de doses que cada Estado receberá:

São Paulo – 501.960

Minas Gerais – 190.500

Rio de Janeiro – 185.000

Amazonas – 132.500

Bahia – 119.500

Rio Grande do Sul – 116.000

Paraná – 86.500

Pernambuco – 84.000

Ceará – 72.500

Goiás – 65.500

Pará – 49.000

Maranhão – 48.500

Santa Catarina – 47.500

Distrito Federal – 41.500

Paraíba – 36.000

Espírito Santo – 35.500

Rio Grande do Norte – 31.500

Alagoas – 27.500

Mato Grosso – 24.000

Piauí – 24.000

Mato Grosso do Sul – 22.000

Sergipe – 19.000

Rondônia – 13.000

Tocantins – 11.500

Amapá – 6.000

Acre – 5.500

Roraima – 4.000