01O  Tocantins registrou 1.218 diagnósticos de coronavírus e 14 novas mortes causadas pela Covid-19. Os dados estão disponíveis no boletim epidemiológico estadual. Segundo a Secretaria Estadual da Saúde (SES) os novos casos registrados incluem vários dias de coletas de exames. O total de infectados no estado agora é de 47.558 e o número de óbitos chegou a 635.

Os últimos pacientes que não resistiram aos sintomas da doença moravam em Palmas e em cidades do interior do estado. Eles tinham entre 41 e 84 anos.

Homem de 69 anos, morador de Araguaína. Óbito no dia 25/08/20 no Hospital Dom Orione.

Mulher de 80 anos, moradora de Araguaína. Óbito no dia 24/08/20 na UPA de Araguaína.

Homem de 71 anos, morador de Araguaína. Comorbidades: diabetes. Óbito no dia 24/08/20 na UPA de Araguaína.

Homem de 66 anos, morador de Araguaína. Comorbidades: diabetes de hipertensão. Óbito no dia 24/08/20 na UPA de Araguaína.

Mulher de 60 anos, moradora de Itacajá. Óbito no dia 14/08/2020 no Hospital Santa Tereza.

Mulher de 84 anos, moradora de Gurupi. Comorbidades: hipertensão e diabetes. Óbito no dia 20/08/20 no Hospital Regional de Gurupi.

Homem de 76 anos, morador de Colinas do TO. Óbito no dia 25/08/20 na UPA de Araguaína.

Homem de 55 anos, morador de Porto Nacional. Comorbidades: Hipertensão e diabetes. Óbito no dia 25/08/20 no Hospital Geral de Palmas.

Homem de 80 anos, morador de Tabocão. Comorbidades: AVCI. Óbito no dia 20/08/2020.

Homem de 74 anos, morador de Itacajá. Comorbidades: cardiopatia. Óbito no dia 14/08/20 em Itacajá.

Homem de 74 anos, morador de Itacajá. Comorbidades: hipertensão e doença isquêmica crônica do coração. Óbito no dia 14/08/20 no Hospital de Itacajá.

Mulher de 80 anos, moradora de Colinas do Tocantins. Comorbidades: diabetes. Óbito no dia 09/08/20 no Hospital Municipal de Colinas.

Homem de 49 anos, moradora de Colméia. Comorbidades: hipertensão. Óbito no dia 25/06/20 no Hospital Geral de Palmas.

Homem de 41 anos, moradora de Alvorada. Comorbidades: hipertensão arterial e acidente vascular cerebral. Óbito no dia 22/08/20 no Hospital de Alvorada.

Novos casos

Foram registrados novos casos da doença em 96 cidades do estado. Em Palmas foram 153 diagnósticos. A capital chegou a 11.584 confirmações e segue sendo o município mais afetado pela pandemia no Tocantins. A cidade também tem 82 mortes.

Araguaína, no norte do Tocantins, é a segunda cidade mais afetada pela pandemia. Com os 328 novos diagnósticos contabilizados, a cidade chega a 11.555 pessoas infectadas e 143 mortes.

Todos os 139 municípios do Tocantins têm casos confirmados da doença. Veja abaixo os 10 municípios mais afetados no estado. A lista completa pode ser encontrada no site da Secretaria de Saúde.

A SES informou que, do total de casos, 29.404 pacientes estão recuperados e 17.519 ainda estão em acompanhamento e isolamento. O estado tem 91 pessoas internadas em UTIs públicas e outras 50 em leitos de terapia intensiva particulares.

Taxa de ocupação

A maior taxa de ocupação dos leitos de UTI públicos nesta quinta-feira (27), até 13h30, estava no Hospital de Combate à Covid e no Hospital Municipal de Campanha de Araguaína. Veja abaixo:

Hospital Regional de Augustinópolis – 30% de ocupação

Hospital Regional de Araguaína – 94% de ocupação

Hospital Regional de Gurupi – 60% de ocupação

Hospital Geral de Palmas – 63% de ocupação

Hospital Municipal de Campanha de Araguaína – 100% de ocupação

Hospital Municipal de Araguaína (UTI pediátrica) – 33% de ocupação

Hospital de Combate à Covid-19 – 100%

Entre os leitos clínicos, a situação mais preocupante é na capital, onde Hospital Geral de Palmas aparece com 85% das vagas ocupadas. Os dados de estatística hospitalar podem ser conferidos no portal Integra Saúde.

Cidades mais afetadas pela pandemia

Palmas – 11.584 casos e 82 mortes.

Araguaína – 11.555 casos e 143 mortes.

Gurupi – 2.426 casos e 32 mortes.

Porto Nacional – 1.700 casos e 29 mortes.

Colinas do Tocantins – 1.666 casos e 15 mortes.

Paraíso do Tocantins – 1.544 casos e 28 mortes.

Formoso do Araguaia – 925 casos e 11 mortes.

Xambioá – 702 casos e nove mortes.

Tocantinópolis – 678 casos e 15 mortes.

Araguatins – 666 casos e 23 mortes.