Dezessete leitos de Unidade de Terapia Intensiva para casos de Covid-19 estão bloqueados em hospitais do Tocantins. As vagas são tanto em unidades públicas como nas privadas que têm contatos com o Estado para atender pacientes do Sistema Único de Saúde.

A Secretaria de Estado da Saúde informou que os bloqueios foram realizados após notificação das empresas responsáveis, devido a baixa nos estoques de kits de intubação.

Os bloqueios atingem, até o começo da noite desta quarta-feira (21), quatro hospitais. Confira a lista:

Um leito do Hospital Geral de Palmas

Dois leitos do Hospital Municipal de Campanha de Araguaína

Sete leitos do Hospital Regional de Gurupi

Sete leitos no Hospital Santa Tereza, em Palmas

A SES informou que no hospital de Araguaína a previsão de regularização da situação é para esta quinta-feira (22). Nas demais unidades, ainda não há data prevista para a normalização. A secretaria disse que “abriu processo de compra de mais medicamentos e insumos e, está buscando todos os meios legais para garantir a continuidade da assistência”. (Veja a nota completa ao fim da reportagem)

De acordo com o Portal Integra do Governo do Tocantins, atualmente o estado tem 189 leitos de UTI Covid para atendimento sob responsabilidade da Secretaria de Saúde. Estas vagas estão em onze hospitais públicos ou particulares que têm convênio com o estado.

A lista do Porta Integra indica ainda que levando em consideração os bloqueios há apenas 11 vagas livres em todo o estado e que a taxa de ocupação das UTIs está em 94%. Na noite desta terça-feira, havia oito pacientes aguardando vagas em UTIs no Tocantins, as transferências não são imediatas porque em algumas ocasiões o paciente está em uma cidade e a vaga em outra e o estado de saúde da pessoa não permite uma viagem, por exemplo.

Nota da SES na íntegra

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que os leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) bloqueados nas unidades contratualizadas para prestação de serviços especializados a pacientes com a Covid-19 se dá, conforme notificação das empresas responsáveis, devido a baixa nos estoques de kits de intubação.

A SES destaca que todo o país tem enfrentando problemas na manutenção de estoques destes insumos e medicamentos, mas todas as unidades hospitalares geridas pelo Executivo Estadual, ainda encontram-se abastecidas de medicamentos e insumos necessários para atender as demandas existentes.

A SES enfatiza que mantém planejamento de novas aquisições, para isso já abriu processo de compra de mais medicamentos e insumos e, está buscando todos os meios legais para garantir a continuidade da assistência aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

A SES destaca que já foi informada pelas empresas terceirizadas da busca pelos medicamentos e a previsão é que para os leitos de Araguaína, os estoques estejam regulares nesta quinta-feira, 22. Para as demais unidades ainda não há previsão.

Por  G1 Tocantins.