O Tocantins alcançou, no  domingo, 8, a marca de 200.006 sobreviventes da Covid-19. O índice representa mais de 94% do total de casos confirmados, o qual é de 212.734 segundo o 511º boletim epidemiológico da Covid-19 no Estado, divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES). De acordo com a publicação, 9.164 pessoas ainda estão em isolamento domiciliar e 3.564 foram a óbitos, número correspondente a 4,3% e 1,6% respectivamente do total de confirmados.

A pedagoga e servidora pública Valdirene Gama é uma das centenas de pessoas que sobreviveram à doença. “Felizmente posso dizer que tive sintomas leves e superei a Covid-19 sem sequelas, situação que não ocorreu para muitas pessoas. Mesmo com poucas intercorrências, é uma doença que incomoda e preocupa, uma vez que não sabemos até onde ela pode evoluir no nosso corpo e pelo medo que sentimos de transmiti-la a outras pessoas”, afirmou.

Para a dona de casa Sônia Maria Ferreira de Siqueira, a história com a Covid-19 não foi tão leve, ela passou 37 dias internada e destes, 34 foram em leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). “Graças à Deus eu venci a doença, apesar de passar por momentos dolorosos que ainda me acompanham. Tive a forma mais grave e, por conta do longo tempo de internação precisei de fisioterapia para voltar a andar e falar. Além de todo o desgaste físico, a Covid-19 me tirou o esposo, um filho, um irmão, meu pai e minha sogra”, declarou, acrescentando que “foram e são momentos dolorosos que não desejo a ninguém e espero que minha história sirva de alerta, para que todos sigam se cuidando”.

O titular da SES, Edgar Tollini destacou que “o Estado do Tocantins foi um dos primeiros da Federação a ter uma Plano de Combate à Covid-19 e não medimos esforços para combater a doença e fazer com que tivéssemos o menor número de óbitos possível. Lamentamos pelas vidas perdidas e nos solidarizamos com a dor destas famílias, mas não podemos ignorar o quão positivo é este índice de recuperados”, enfatizou o gestor.

Redução

Os casos de Covid-19 estão em redução no Tocantins. Dados do Centro de Informações e Decisões Estratégicas em Saúde (Integra Saúde), do último dia 6, apontam que em março de 2021 – pico pandêmico – foram contabilizados 640 óbitos e em julho o número caiu para 120. A queda pode ser verificada mês a mês – abril 516 (19%), maio 345 (33%), junho 283 (18%) e julho 120 (18%), bem como a taxa de transmissibilidade.

“Mesmo com a redução dos casos, a Vigilância segue monitorando o cenário em relação ao novo Coronavírus, mantendo e traçando estratégias e ações no combate à doença. Felizmente atualmente temos os imunizantes como aliados nesta batalha, por isso, é tão importante que toda população que se enquadra nos grupos prioritários seja vacinada”, declarou a superintendente de Vigilância em Saúde da SES, Perciliana Bezerra.