O 423º boletim epidemiológico da Covid-19 no Tocantins, divulgado na quarta-feira (12), aponta que o Estado ultrapassou a marca de 500 mil pessoas notificadas com a doença nos 139 municípios.

Atualmente, são 500.375 pessoas notificadas e 166.214 casos confirmados. Destes, 149.395 pacientes estão recuperados, 14.139 pacientes seguem em isolamento domiciliar ou hospitalar e 2.680 pacientes foram a óbito.

Apesar de pouco mais de 33% da população do Estado – 1.572.866, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 2019 – já ter sido notificada, a porcentagem de confirmação de casos, comparada à notificação, é igual.

“Temos um índice de confirmação relativamente baixo, se compararmos o total de notificações. Acreditamos que isso se deve às medidas adotadas pela Gestão Estadual, tomadas ainda no início da pandemia e que seguem até esta data. Reduzimos a carga horária, fizemos recomendação de fechamentos de atividades não essenciais e o incentivo ao uso de máscara, cuidados com higiene pessoal e distanciamento social”, explicou o secretário de Estado da Saúde, Dr. Edgar Tollini.

A taxa de mortalidade pela Covid-19 no Estado é de 1,6%, abaixo da média nacional, de 2,8%. Segundo o titular da Secretaria de Estado da Saúde (SES), isso se deve ao trabalho pontual do Governo do Estado em ampliar atendimento e garantir as condições de trabalho necessárias às equipes da linha de frente.

“Temos 186 leitos de Unidade de Terapia Intensiva e 267 leitos clínicos exclusivos a pacientes com a Covid-19 e todas as nossas unidades seguem equipadas e abastecidas de medicamentos, insumos e equipamentos de proteção individuais. Isso possibilita um atendimento em tempo hábil e de forma eficaz, que garante uma melhor recuperação dos pacientes e a menor contaminação dos servidores que atuam na linha de frente de combate à doença”, destacou Tollini.

 A atuação da gestão em prol da recuperação dos pacientes tem sido eficaz. Atualmente 89,8% das pessoas confirmadas com a doença no Estado já estão recuperadas e de volta ao seu convívio familiar e rotina de trabalho. “As medidas restritivas ainda seguem como necessárias, uma vez que ainda temos 8,5% da população confirmadas com o vírus ativo. Estas medidas devem ser observadas até mesmo por quem já recebeu a segunda dose dos imunizantes contra a Covid-19”, enfatizou a superintendente de Vigilância em Saúde da SES, Perciliana Bezerra.

O Tocantins já recebeu 473.950 doses de vacinas contra a Covid-19 e já distribuiu 406.248 aos 139 municípios. Do total distribuído, 202.078 foram utilizadas em primeira etapa de imunização e 114.135 em segunda etapa, acumulando 316.213 doses aplicadas, o que corresponde a 12,85% da população vacinada.

O diagnóstico precoce da doença também é um dos fatores que contribuem para o alto índice de recuperação e baixa taxa de mortalidade. “Desde o início da pandemia, o Laboratório Central de Saúde Pública do Tocantins realiza os testes de RT-PCR, que identifica a presença do gene do vírus SARS-CoV-2 e faz a vigilância laboratorial e genômica dando todo o suporte ao Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde e vigilâncias locais para o monitoramento do comportamento epidemiológico da doença no Tocantins”, pontuou a diretora do Lacen/TO, Jucimária Dantas.