Um tornado destruiu mais de 100 casas nos arredores de Chicago, terceira maior cidade dos Estados Unidos, na noite de domingo (20). Houve feridos, e cinco pessoas precisaram de atendimento em hospital, incluindo uma mulher internada em estado grave, segundo a Associated Press.

Os fortes ventos também deixaram parte da região sem luz. A agência Reuters, citando a companhia energética Commonwealth Edison, disse que mais de 22 mil moradores da região foram afetados pela queda na energia.

Em Naperville, uma das cidades mais destruídas, as autoridades registraram vazamento de gás. Representantes do governo local passaram de porta em porta para evitar acidentes causados por esse tipo de vazamento. Foi na mesma cidade que registrou a maior parte dos feridos em decorrência do tornado.

Woodridge, outra cidade no subúrbio de Chicago, também registrou um rastro de destruição. Ao menos 75 construções ficaram destruídas apenas nessa localidade, e as autoridades recomendaram que as pessoas evitassem a área devido à queda de postes de luz e de árvores.

Meio-Oeste em alerta

O alerta de ventos fortes continuou em vigor ao longo da madrugada desta segunda-feira (21) para o norte do estado de Illinois e o noroeste de Indiana, onde fica a região metropolitana e os subúrbios de Chicago.

Tempestades também foram registadas em outras partes do Meio-Oeste americano na noite de domingo e madrugada de segunda, com registro de destruição por tornado no leste de Iowa e fortes chuvas em Michigan.