O programa de pós-graduação em agroenergia digital da Universidade Federal do Tocantins (UFT) está com inscrições abertas para o processo seletivo regular para o curso de mestrado. São disponibilizadas 18 vagas.

Os interessados podem realizar suas inscrições até o dia 20 de julho, de forma online, por meio do e-mail pgagroenergia@uft.edu.br.  A taxa custa R$ 100.

O objetivo do programa é formar profissionais capazes de produzir e difundir conhecimento científico nas áreas de sistemas produtivos de espécies bioenergéticas e nos processos de biocombustíveis.

O mestrado em agroenergia digital é destinado aos portadores de diploma de curso superior reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC), com graduação em nível de bacharelado ou licenciatura plena, ou, de documento que comprove a conclusão do curso de graduação antes do início do segundo semestre letivo de 2020 nos cursos relacionados às áreas específicas descritas no edital: https://afnoticias.com.br/arquivos/shares/Edital%20001-2021%20-%20Edital%20de%20abertura%20-%20Sele%C3%A7%C3%A3o%20regular%20Mestrado%20em%20Agroenergia%20Digital%20-%202021-2%20(1).pdf

 Informações como, linha de pesquisa, cronograma, forma de avaliação e outros, são encontrados no edital nº 001/2021.

“Agora o curso é Agroenergia Digital. Ele foi reestruturado e já foi aprovado na Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Esse novo nome do curso é porque todos os elos da cadeia produtiva vão trabalhar as tecnologias 4.0. Então, é um formato bem inovador do curso”, disse a coordenadora do programa, professora Flávia Lucila Tonani Siqueira.

O que são as tecnologias 4.0?

As tecnologias 4.0 estão sob um conceito que representa a automação industrial e a integração de diferentes tecnologias como inteligência artificial, robótica, internet das coisas e computação em nuvem com o objetivo de promover a digitalização das atividades produtivas melhorando os processos e aumentando a produtividade.