Mesmo diante de umas das mais severas crises atravessas pelo pais, ainda temos motivos para termos alegria e orgulho de algumas das nossas instituições .

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) é a nova primeira colocada no ranking das melhores universidades da América Latina realizado pela revista Times Higher Education (THE). Pela primeira vez, a instituição ultrapassou a Universidade de São Paulo (USP), que ficou na segunda posição na edição deste ano, divulgada na madrugada desta quinta-feira (20). Na edição de 2016, a USP era a primeira colocada, e a Unicamp ficou em segundo lugar.

Veja as dez melhores universidades da América Latina:

  1. Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) – Brasil
  2. Universidade de São Paulo (USP) – Brasil
  3. Pontifícia Universidade Católica do Chile – Chile
  4. Universidade do Chile – Chile
  5. Universidade dos Andes – Colômbia
  6. Instituto de Tecnologia e Ensino Superior de Monterrey México
  7. Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) – Brasil
  8. Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) – Brasil
  9. Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) – Brasil
  10. Universidade Nacional Autônoma do México – México

o reitor da Unicamp, Marcelo Knobel, afirmou que “é sempre um orgulho para a Universidade estar bem posicionada nos rankings internacionais, pois é um reconhecimento do árduo trabalho que aqui realizamos para ter uma escola de excelência em todas as áreas em que atua. Temos agora um esforço extra para, apesar da grave crise que estamos atravessando, conseguir manter essa posição no cenário internacional”.

Segundo o ranking da THE, o Brasil é o país latino-americano com o melhor desempenho na lista em 2017: das dez primeiras colocadas, cinco são universidades brasileiras. O país também tem outras 27 institutições listadas.

Veja abaixo a lista de brasileiras e a posição de cada uma no ranking:

1º) Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)

2º) Universidade de São Paulo (USP)

7º) Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)

8º) Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

9º) Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio)

11º) Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

12º) Universidade Estadual de São Paulo (UNESP)

14º) Universidade Federal do ABC (UFABC)

15º) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

16º) Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS)

18º) Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)

19º) Universidade de Brasília (UnB)

24º) Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj)

26–30) Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

31–35) Universidade Federal de Viçosa (UFV)

36–40) Universidade Federal do Ceará (UFC)

41–45) Universidade Federal Fluminense (UFF)

41–45) Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR)

51–60) Universidade Federal de Goiás (UFG)

51–60) Universidade Federal de Lavras (Ufal)

51–60) Universidade Federal do Paraná (UFPR)

51–60) Universidade Federal de Pelotas (Ufpel)

51–60) Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)

51–60) Universidade Estadual de Londrina (UEL)

61–70) Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop)

61–70) Universidade Presbiterana Mackenzie

61–70) Universidade do Vale dos Sinos

61–70) Universidade Estadual de Maringá (UEM)

61–70) Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG)

71+) Universidade Nove de Julho (Uninove)

71+) Universidade Estadual da Bahia (Uneb)

71+) Universidade do Vale do Itajaí