O uso de máscaras de proteção em locais públicos e em estabelecimentos comerciais de Xambioá, no norte do Tocantins, passa a ser obrigatório nesta quinta-feira (23). Os moradores que foram flagrados desrespeitando a regra podem ser multados em até R$ 1 mil e ainda vão responder por crime contra a saúde pública.

A medida foi tomada porque duas pessoas que passaram pela cidade a trabalho tiveram a confirmação da doença após exames no Laboratório Central do Estado (Lacen), em Palmas. Os dois estiveram na mesma empresa, mas os casos são registrados na cidade de origem porque este é o protocolo do Ministério da Saúde para estas situações.

Além do uso de máscaras, a prefeitura decretou o fechamento de vários tipos de comércio e serviços e o atendimento apenas via entregas para restaurantes e lanchonetes. Os estabelecimentos que desrespeitarem podem ter os alvarás de funcionamento suspensos.

O dinheiro que for arrecadado com as multas será integralmente dedicado ao combate a doença. Os moradores carentes, cadastrados em programas sociais, vão receber gratuitamente máscaras e álcool em gel 70% da prefeitura. A estimativa é que três mil pessoas serão beneficiadas com os kits.

A Secretaria Municipal de Saúde informou que os dois funcionários que tinham sido diagnosticados com a doença estão fora do período de incubação do vírus e não podem mais contagiar outras pessoas. Ao todo, 39 colegas de trabalho que tiveram contato com eles passaram por testes rápidos e nenhum teve resultado positivo para Covid-19.

As informações são do  G1 Tocantins.