A Espanha autorizou  que turistas brasileiros voltem a frequentar o país contanto que estejam completamente vacinados contra a Covid-19.

Com a decisão, o país europeu se une a outros que vêm afrouxando as restrições em suas fronteiras e liberando gradualmente a entrada de viajantes imunizados.

No entanto, cada país pode decidir quais são as vacinas autorizadas e de que forma os turistas poderão comprovar a imunização contra o coronavírus.

Veja a seguir perguntas e respostas sobre como comprovar a vacinação para viagens:

O Certificado Internacional de Vacinação é válido para a Covid-19?

Quais países autorizam a entrada de brasileiros vacinados contra o coronavírus?

Todas as vacinas estão autorizadas?

Como comprovar a vacinação?

Como emitir um comprovante em inglês ou espanhol?

  1. O Certificado Internacional de Vacinação é válido para a Covid-19?

Não. O Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia, concedido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) é emitido principalmente para a vacina contra a febre amarela.

Segundo a agência, não há, no momento, determinação da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde para emissão do Certificado Internacional de Vacina para a vacina da Covid-19.

Além da febre amarela, o certificado pode ser emitido para outras vacinas, como meningite e poliomielite, diz a Anvisa.

  1. Quais países autorizam a entrada de brasileiros vacinados contra o coronavírus?

Com a Espanha, que autorizou a entrada de brasileiros vacinados sem restrições ou quarentena, ao menos 20 países já liberaram a passagem de turistas imunizados. Veja alguns deles na lista abaixo:

Alemanha

Anguilla

Bahamas

Canadá

Catar

Costa do Marfim

Costa Rica

Egito

Equador

Espanha

Finlândia

França

Irlanda

Islândia

Jordânia

Mali

República Dominicana

Suíça

Tailândia

Ucrânia

O Ministério das Relações Exteriores do Brasil mantém uma lista atualizada com as restrições de viagens para brasileiros no exterior, que incluem também informações sobre a vacinação.

No entanto, o Itamaraty recomenda que antes de qualquer viagem, se confirmem as informações diretamente com os consulados e embaixadas dos países estrangeiros.

A Anvisa reforça o cuidado e afirma, em nota, que cada país ou bloco regional determina as exigências para a entrada em seus respectivos territórios.

  1. Todas as vacinas estão autorizadas?

Não. Cada país tem autonomia para definir suas regras. A Espanha, por exemplo, autorizou a entrada de viajantes brasileiros com todas as vacinas disponíveis no SUS.

Já a Alemanha, que também começou a aceitar brasileiros vacinados, não liberou a entrada para viajantes que receberam vacinas não aprovadas na Europa – como a CoronaVac.

Vacinas autorizadas

Países que aceitam todas as vacinas aprovadas no Brasil (CoronaVac, Pfizer, AstraZeneca ou Janssen)                Países que restringem uma ou mais vacinas aprovadas pela Anvisa

Costa do Marfim, Egito, Equador, Espanha, Finlândia, Islândia, Mali, República Dominicana, Suíça, Tailândia e Ucrânia.                Anguilla, Alemanha, Bahamas, Catar, Canadá, Costa Rica, França e Irlanda.

Fonte: Consulados e embaixadas estrangeiras

  1. Como comprovar a vacinação?

Todos os brasileiros vacinados podem imprimir o Certificado Nacional de Vacinação para a Covid-19. O documento, disponível pelo aplicativo Conecte SUS, é gratuito.

Para emitir o certificado, é preciso baixar o app ou acessar a versão web do sistema:

No Conecte SUS, clique no ícone da vacina

Aperte em cima das doses administradas

Siga para o detalhamento das doses administradas

E clique em ‘Certificado de Vacinação’

O certificado (veja na imagem abaixo) tem todos os dados do vacinado, as doses das vacinas com seus respectivos lotes e um QR Code para confirmar a autenticidade do documento.

O Ministério da Saúde afirma que, ainda que não exista uma “normativa internacional publicada”, alguns países aceitam este documento como comprovante de vacinação.

No caso da Espanha, o passageiro deve apresentar um certificado de vacinação em espanhol (veja adiante como conseguir) e preencher um formulário no site do governo espanhol.

Já para entrar na França, além do comprovante nacional de vacinação (que pode ser emitido também em inglês), o viajante precisa apresentar uma “declaração solene” dizendo que não está doente. O documento está disponível no site do Ministério das Relações Exteriores francês.

  1. Como emitir um comprovante em inglês ou espanhol?

Para emitir uma versão em inglês ou espanhol do certificado, é preciso – após ter recebido as duas doses da vacina – baixar o app do sistema Conecte Sus:

No Conecte SUS, clique no ícone da vacina

Aperte em cima das doses administradas

Siga para o detalhamento das doses administradas

Clique em ‘Certificado de Vacinação’

Na parte superior, clique na bandeira do Brasil

Escolha a bandeira dos EUA para inglês ou a bandeira da Espanha para espanhol