Os municípios localizados na região norte do Tocantins endureceram as medidas de combate ao novo coronavírus, após o decreto de ‘lockdown’ instituído pelo governo do estado. Barreiras sanitárias foram reforçadas na entrada das cidades para orientar moradores e fazer a desinfecção dos veículos.

O acesso à entrada da cidades foi fechado. Só é permitida a passagem de moradores que estão a trabalho, ambulâncias e quem se desloca para atividades consideradas essenciais pelo Estado.

A maior preocupação é em relação as divisas com outros estados, como Pará e Maranhão, que apresentam um alto índice de contaminação da doença. Na manhã desta terça-feira (19), a Secretaria de Estado de Saúde do Pará confirmou 15.467 casos. O número de óbitos chegou a 1.392. Já no Maranhão, até ontem eram 13.238 infectados e 576 mortos pelo novo coronavírus.

No Tocantins, até esta segunda-feira, 32 pessoas morreram e o total de diagnósticos chegou a 1.496 pessoas infectadas.

Em Araguatins, teve carreata com carro de som para reforçar as novas medidas. A luta dos profissionais contra o vírus também segue intensa. Ambulâncias passam por desinfecção, principalmente nas portas, bancos do veículo e onde a maca é transportada.

A prefeitura informou que, mesmo antes do decreto de ‘lockdown’, já havia endurecido as medidas de restrição na cidade.

Segundo boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Estadual da Saúde da  segunda-feira (19), Araguatins tem 30 casos confirmados da doença e quatro mortes.

O município de Itaguatins também intensificou os trabalhos de orientação e desinfecção de veículos que chegam ao município. Os locais públicos, como praças e unidades de saúde também passam por higienização. Até segunda-feira, na cidade foram confirmados 14 casos da Covid-19. A cidade também está em lockdown até o dia 23 de maio.

As informações são do  G1 Tocantins.