O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, convidou nesta quarta-feira (6) os empresários colombianos a retomarem os investimentos no país, interrompidos durante anos pelos fechamentos de fronteira decididos por sua gestão, em meio a uma tensão política que culminou no rompimento das relações diplomáticas.

“Bem-vindos, colombianos e colombianas, venham a mim. Venham a nós com seus investimentos. Aqui está o México, produzindo, trabalhando; aqui está o Brasil, investindo”, disse Maduro em pronunciamento transmitido pela TV pública.

O convite surge após dois anos de interrupção no comércio através da fronteira terrestre de mais de 2.000 km entre os dois países, que chegou a 11 bilhões de dólares por ano, segundo dados divulgados por Maduro. “Convido os empresários colombianos a retomarem seus investimentos, suas vendas e toda a atividade econômica comercial com a Venezuela”, disse o presidente.

“A Venezuela te espera, Colômbia. A economia deve prevalecer acima de diferenças entre governos”, insistiu Maduro, cujo país anunciou anteontem a “abertura comercial” de sua fronteira com a Colômbia, fechada dois anos atrás.

Embora apoiem o retorno do comércio, autoridades colombianas indicaram que farão primeiramente uma avaliação da estrutura das pontes, para avaliar como elas podem ter sido afetadas pelo peso morto dos contêineres instalados como barricadas desde 2019.